Foto: Divulgação

Chã Grande inaugurou nesta segunda-feira (17), a segunda Residência Terapêutica do município. Localizada no Bairro da Camela, área urbana, a casa já conta com oito moradoras, que foram recepcionadas pelo diretor do Centro de Atenção Psicossocial Antônio Batista Carneiro (CAPS-ABC), José Adelmo, e toda sua equipe.

As oito mulheres foram encaminhadas ao município pelo Governo do Estado, através do processo de luta antimanicomial. Todas elas são oriundas do hospital psiquiátrico de Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, que está em processo de fechamento.

O prefeito Diogo Alexandre também fez questão de visitar as novas moradoras da Residência Terapêutica. O gestor destacou a necessidade do investimento na saúde mental.

“Por muito tempo, nossa sociedade teve uma ideia equivocada sobre como tratar as pessoas, trancando-as em locais fechados, cortando a ligação delas com o mundo.

Mas o melhor tratamento é aquele que vem para trazer mais humanidade para a pessoa, como é feito nesse projeto de Residência Terapêutica. Estamos felizes por abraçarmos essa ideia”.

Disse Diogo.

Como o hospital onde as mulheres estavam internas era voltado apenas para o sexo feminino, a nova Residência Terapêutica de Chã Grande contará apenas com moradoras. Já a mais antiga, localizada na Rua São Jorge, possui moradores e moradoras, também oriundos de hospitais psiquiátricos em Pernambuco.